Reprodução Assistida

Reprodução assistida ou reprodução humana assistida é um conjunto de técnicas desenvolvidas e aplicadas em diferentes situações, com o intuito de ajudar as pessoas, que não conseguem ter filhos por meios naturais, a formar uma família.

Em princípio, a reprodução assistida era utilizada para tratar apenas os casais com infertilidade conjugal em busca de uma gravidez. Posteriormente, com o avanço das pesquisas e desenvolvimento de técnicas mais modernas, bem como com o surgimento das novas configurações familiares, a reprodução assistida pode beneficiar um público mais amplo:

Infertilidade Conjugal
Infertilidade Conjugal
Casais com infertilidade conjugal ou doenças hereditárias pré-existentes.
Casais Homoafetivos
Casais Homoafetivos
Casais homoafetivos femininos e masculinos que desejam formar uma família.
Produção Independente
Produção Independente
Mulheres e homens que desejam ter filhos por produção independente (mãe solo ou pai solo).
Preservação da Fertilidade
Preservação da Fertilidade
Pessoas que vão adiar a maternidade ou a paternidade e precisam preservar sua fertilidade.

Homens transgênero que desejam realizar tratamento pós transição hormonal, assim como preservar sua fertilidade previamente a ela, também podem fazer uso das técnicas de reprodução assistida.

A Fertivitro conta com uma equipe multidisciplinar, especializada e capacitada, com mais de 20 anos de experiência, para realizar todos os tratamentos para engravidar. Além disso, dispomos de um laboratório de FIV próprio com equipamentos de última geração e tecnologia moderna, o que nos permite realizar todas as técnicas de reprodução assistida disponíveis no mercado.

Técnicas de Reprodução Humana Assistida

Baixa complexidade

As técnicas de baixa complexidade da reprodução assistida – coito programado e inseminação artificial intrauterina (IIU) – são indicadas para tratar casais com fatores de infertilidade leves. Em ambas as técnicas, a fecundação, ou seja, o encontro do óvulo com o espermatozoide acontece dentro do corpo da mulher.

Alta complexidade

Na reprodução assistida, as técnicas de alta complexidade – fertilização in vitro (FIV) e injeção intracitoplasmática de espermatozoide (ICSI) são indicadas para ajudar casais com fatores de infertilidade severos, assim como para pessoas e casais que não podem ter filhos de forma natural. Elas envolvem procedimentos laboratoriais como, por exemplo, a fertilização do óvulo pelo espermatozoide e o desenvolvimento dos embriões, entre outros.

Adicionalmente, a reprodução assistida conta também com técnicas complementares que podem ser aplicadas com o propósito de aumentar as chances de sucesso dos tratamentos em casos específicos.

Podemos citar, por exemplo, a importação de óvulos, ovodoação ou doação de óvulos, punção de epidídimo, biópsia embrionária e diagnóstico genético pré-implantacional, embrioadoção, bem como a cessão temporária de útero ou barriga solidária.

Ademais, as técnicas complementares da reprodução assistida também podem ajudar as pessoas que precisam adiar a maternidade e a paternidade por motivos diversos e desejam preservar sua fertilidade. Para esses casos, contamos com as técnicas de criopreservação ou congelamento de óvulos, espermatozoides e embriões.

De fato, os tratamentos de reprodução assistida realizados na Fertivitro oferecem muitas alternativas para as pessoas e casais tentantes que desejam engravidar e tornar real o sonho de ter filhos e formar uma família, seja agora ou no futuro.

Por onde devo começar?

Em primeiro lugar, o casal que está a mais de um ano tentando engravidar em casa sem sucesso, deve agendar uma avaliação com o especialista em infertilidade para realizar a propedêutica do casal infértil ou investigação da infertilidade.

Do mesmo modo, as pessoas ou casais que estão em busca de tratamentos de reprodução assistida como, por exemplo, os casais homoafetivos, também devem passar em consulta com o especialista para avaliação e dar início ao processo.

Essa avaliação é sempre feita de forma individualizada, considerando o histórico médico dos pacientes, os resultados de exames solicitados e outros fatores envolvidos como, por exemplo, idade materna, doenças pré-existentes ou hereditárias, entre outros.

Somente após uma análise detalhada de cada caso, o especialista em infertilidade e reprodução assistida poderá então recomendar a técnica com mais chances de sucesso.

Quais as reais probabilidades de sucesso da reprodução assistida?

Nas técnicas de baixa complexidade, apesar de ter um custo mais acessível, as taxas de sucesso de gestação são semelhantes as taxas de um casal fértil engravidar por mês, ou seja, giram em torno de 15 a 20% por tentativa.

Já nas técnicas de alta complexidade, a depender da idade da mulher e dos fatores de infertilidade envolvidos, as chances de sucesso podem ultrapassar os 50% por tentativa.

Entretanto, não há como garantir o sucesso ou calcular uma taxa para cada caso, já que os tratamentos oferecem possibilidades. Por isso, é importante entender que estamos tratando pessoas com diferentes condições e que, do mesmo modo, irão responder de forma única ao tratamento.

Agende uma consulta com nossos especialistas para uma avaliação e tire suas dúvidas sobre os tratamentos!

Entre em contato!