Ovodoação

A ovodoação ou doação de óvulos é um ato altruísta e uma forma de ajudar as mulheres, que por razões diversas não podem mais ter filhos com seus próprios óvulos, a vivenciar a maternidade.

Entre os principais motivos para uma paciente receber óvulos (ovorecepção) de uma mulher mais jovem estão:

  • MENOPAUSA PRECOCE: mulheres em idade reprodutiva com diagnóstico de falência ovariana prematura (FOP) e que, portanto, não conseguem mais engravidar com seus próprios óvulos.
  • TRATAMENTO ONCOLÓGICO: pacientes submetidas a tratamentos de radioterapia e quimioterapia contra o câncer, que afetaram sua reserva ovariana de tal modo que levaram a um quadro de infertilidade.
  • GRAVIDEZ TARDIA: pacientes que querem engravidar mais tarde, mas não foram orientadas a preservar sua fertilidade e possuem baixa reserva ovariana e qualidade oocitária (óvulos) ou já estão na menopausa.
  • DOENÇAS GENÉTICAS: transmitidas verticalmente (de mãe para filhos) quando a mulher não deseja ou não pode realizar o rastreamento genético pré-implantacional de embriões.
  • CIRURGIAS GINECOLÓGICAS: para remoção de um ou dois ovários (ooferectomia) ou parte deles e que, por conseguinte, impedem a mulher de engravidar com seus óvulos.

É importante ressaltar que, de acordo com a Resolução do CFM n° 2.294 de 27/05/2021, a doação de óvulos não pode ter caráter lucrativo ou comercial no Brasil.

Assim, para as pacientes que não desejam esperar até que a clínica encontre uma doadora de óvulos compatível, a Fertivitro possui parceria com o WeBank Donors da Argentina, um renomado banco de óvulos internacional, que possibilita a importação de óvulos.

Quem pode doar óvulos

O sucesso na ovodoação ou doação de óvulos está na idade da doadora do óvulo, pois a mulher já nasce com uma quantidade definida de óvulos, que vão envelhecendo junto com ela.

Em razão disso, quanto mais jovem a mulher doar óvulos, maior tende a ser tanto a quantidade como a qualidade dos seus óvulos. Isso possibilita a formação de embriões com mais qualidade e maior chances de sucesso de implantação nos tratamentos de reprodução humana assistida.

Seguindo as normas éticas do Conselho Federal de Medicina, a ovodoação ou doação de óvulos é permitida para mulheres de até 37 anos e pode ser feita de duas formas:

  1. ANÔNIMA: pacientes com boa reserva ovariana, que irão se submeter a tratamentos de reprodução humana assistida, e desejam doar parte de seus óvulos para ajudar outra mulher em troca de uma redução no custo do seu tratamento.
  2. PARENTE: familiar da receptora com parentesco até 4° (quarto) grau (mãe, filha, avó, irmã, tia, sobrinha ou prima), para que não incorra em consanguinidade.

No primeiro caso, o sigilo sobre a identidade da doadora e da receptora de óvulos é obrigatório.

Seja como for, a doadora dos óvulos também pode se beneficiar do processo de ovodoação e congelar parte dos seus óvulos para usar posteriormente, caso ela não tenha planos de engravidar num futuro próximo.

Como é o processo de ovodoação no Brasil?

No Brasil, o processo de ovodoação ou doação de óvulos deve seguir rigorosamente algumas etapas, a saber:

1. SELEÇÃO DA DOADORA DE ÓVULOS

Sob a responsabilidade da clínica, é feita a seleção da doadora de óvulos para identificação de semelhança fenotípica e compatibilidade com a receptora. Em seguida, inicia-se a investigação quanto a doenças genéticas e sexualmente transmissíveis (DSTs).

2. ESTIMULAÇÃO OVARIANA

Geralmente se inicia em conjunto com o ciclo menstrual da doadora, onde são aplicadas medicações injetáveis diárias para estimular o desenvolvimento dos folículos e de uma quantidade maior de óvulos. A dosagem das medicações é estabelecida pelo especialista em infertilidade, de acordo com o resultado dos exames da paciente. Nesse período, realizamos alguns exames de ultrassom para acompanhar a resposta dos ovários às medicações. Vale frisar que a Fertivitro se preocupa em utilizar medicação que não prejudique a saúde feminina.

3.ASPIRAÇÃO FOLICULAR

Quando os folículos atingem cerca de 18mm, é aplicada uma outra medicação para induzir a ovulação cerca de 36 horas depois. Esse é o momento de coletar os óvulos e, para tanto, é necessário a doadora estar em jejum (8 horas). Um anestesista, que também estará presente durante a realização do procedimento, aplicará uma sedação leve, para que a paciente não sinta nenhum tipo de desconforto.

4. IDENTIFICAÇÃO DOS OÓCITOS (ÓVULOS)

Após a aspiração folicular, cada óvulo é entregue ao embriologista para avaliar a integridade e maturidade do gameta feminino e selecionar aqueles que serão fertilizados.

ovodoação como funciona

Depois desse processo, a receptora de óvulos poderá dar continuidade ao seu tratamento de fertilização in vitro (FIV) ou de injeção intracitoplasmática de espermatozoide (ICSI). Por fim, os óvulos doados serão fertilizados com uma amostra preparada de sêmen do parceiro masculino da receptora.

No caso da doadora de óvulos, se for do seu desejo, parte dos seus óvulos serão criopreservados ou congelados, cabendo a doadora apenas o pagamento de uma taxa trimestral à clínica para manutenção do congelamento dos seus gametas (óvulos).

A ovodoação é segura?

Sim, a ovodoação é um processo seguro tanto para as doadoras como para as receptoras de óvulos.

A Fertivitro segue todas as regras do Conselho Federal de Medicina (CFM) e mantém, de forma permanente, um registro com dados clínicos de caráter geral, características fenotípicas e uma amostra de material celular das doadoras.

É também mantido um registro dos nascimentos, com o propósito de evitar que uma doadora tenha produzido mais de dois nascimentos de crianças de sexos diferentes em uma área de 1 milhão de habitantes.

De fato, a doação de óvulos mostrou ser uma técnica bem-sucedida de fertilização assistida e a única opção para mulheres que não podem mais engravidar com seus próprios óvulos. Nos tratamentos de FIV, as taxas de sucesso chegam a 60% de gravidez em cada ciclo de tratamento, graças a ótima qualidade dos óvulos doados.

Agende uma consulta com nossos especialistas para uma avaliação e tire suas dúvidas sobre os tratamentos!

Entre em contato!